Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Os sambas de Beija-Flor, Portela e União da Ilha Destaque

Publicado em Artigos
Quarta, 10 Outubro 2018 09:18

Por Aloisio Villar 

As escolas seguem escolhendo seus sambas, e Beija-Flor, Portela e União da Ilha escolheram os seus no último fim de semana, quer dizer: a Beija-Flor só encerrou sua escolha nessa terça.

Sim, a escolha nilopolitana foi quinta passada e escolheram o samba número 4, da parceria Di Menor BF, Julio Assis, Kiraizinho,Diego Oliveira, Fabinho Ferreira e Diogo Rosa. Um samba melodioso, com letra descritiva que nessa terça foi "juntado" ao samba 7, da parceria de Serginho Aguiar, Dr. Rogério, Kaká Kalmão, Márcio França, Jorge Aila e Carlinhos Ousadia. Um samba diferente do número 4, com melodia mais para cima, mais valente.

Pelo que ouvi da junção, o samba 4 foi preservado com alguns acréscimos do 7, ficando a melodia mais balanceada, o samba melódico. Eu tinha gostado mais do 7 e previ em vídeo a junção, a qual ainda não em acostumei. A verdade é que sendo junção ou não o samba é aquém da grande homenagem à história da Beija-Flor. Não tem um grande momento, não emociona.

Diferente do samba da Portela. A safra havia me decepcionado um pouco, nada havia me emocionado tendo a Portela um dos grandes enredos do ano, um enredo 100% emoção, falando de um do seus maiores símbolos: Clara Nunes. Mas o samba da parceria Jorge do Batuke, Valtinho Botafogo, Rogério Lobo, Beto Aquino, Claudinho Oliveira, José Carlos, Zé Miranda, D’Dousa e Araguaci alcançou essa emoção.

Um samba em primeira pessoa, como se fosse Clara se apresentando em sua volta e a forma que reencontra a Portela, emociona. Tudo que representa Clara Nunes está no samba. A filha de Ogum com Iansã recebe uma homenagem à sua altura.

Na decisão mais polêmica até agora do Carnaval 2019, venceu na União da Ilha a parceria de Myngal, Marcelão da Ilha, Roger Linhares, Marinho, Capitão Barreto, Eli Doutor, Fernando Nicola e Marco Moreno. O samba é muito bonito, um "biscoito fino", com poesia do primeiro ao último verso, mas não conquistou a comunidade insulana que preferia o samba da parceria de Marquinhus do Banjo. É um samba melódico, sem momentos explosivos como o insulano se acostumou, e isso pode ter prejudicado na preferência por ele, mas é um samba que pode dar resultado para a agremiação, graças à sua qualidade. Depende agora da comunidade abraçar o samba.

Semana que vem tem os resultados de Salgueiro, Mangueira e Tijuca.

Twitter - @aloisiovillar   

Facebook - Aloisio Villar 

Instagram - @aloisiovillar   

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Abertura do Carnaval 2020 da Folia Carioca

Abertura do Carnaval 2020 da Folia Carioca

A Associação de Blocos e Bandas do Rio de Janeiro, Folia Carioca, que conta co...

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper